Coisas incríveis no céu e na Terra

Por Caroline Silva

 Image

 Estava sentada sozinha num banco da praça quando no céu avistei uma estrela. Mais do que depressa, ela se transformou em um borrão, até passar brilhando diante de meus olhos. Percebi então que não se tratava de uma estrela qualquer e sim de uma estrela cadente. Apressei-me e fiz minha parte: Pedi que o garoto que amava em segredo desde a quinta série me convidasse para o Baile de Formatura, que aconteceria no dia seguinte. Eu poderia fazê-lo o convite, a não ser pelo fato de ele ser o garoto mais popular do colégio. E você sabe: Garotos populares vão ao baile com garotas populares, e eu estou longe de ser uma delas.

 Voltei para casa e dormi sem grandes pretensões de ter o meu desejo realizado. Na manhã seguinte, acordei e percebi que alguém havia entrado no quarto. Olhei para a penteadeira e vi um buquê de rosas e uma caixa. Não havia cartão nas flores. A caixa estava repleta chocolates e em cada um, uma letra formando a frase “Quer ir ao baile comigo?”. Sorri e procurei mais uma vez em vão pelo cartão com o nome de quem havia me convidado.

 Após o café da manhã, a campainha tocou. Atendi e vi que havia apenas uma caixa no chão. Abri a caixa e peguei o vestido que mais parecia feito para uma princesa. No fundo da caixa havia um cartão e nele estava escrito apenas “Te encontro ás 19h00min em seu portão. Por favor, não falte.” Fiquei com medo de ser uma brincadeira de mau gosto, já que durante os preparativos para o baile todos encontraram seu pares, menos eu. Mas não podia reclamar: Eu tinha um par – mesmo que não soubesse ao certo quem era – e um vestido que com certeza era muito melhor do que o usado de minha irmã mais velha que estava separado para mim. Arrumei o cabelo, me maquiei e fiz as unhas. Por fim, coloquei o vestido. Perfeito! Eram 18h30min e eu já estava pronta. Ansiedade era meu sobrenome. Minha mãe dava o toque final colocando em mim as jóias que usara em seu Baile de Formatura.

 Ás 18h59min estava saindo pela porta, encantada com tudo o que estava acontecendo. Cheguei ao portão e meu par estava de costas, vestido em um smoking preto. Quando percebeu que me aproximava, virou-se de frente para mim. Mal podia acreditar. Era ele! Passei minha vida sonhando com o que pensei que nunca se tornaria real e lá eu estava olhando nos olhos dele. Entramos no carro depois dos elogios que ele me fez. Ele me olhava como nunca havia me olhado antes e eu mal conseguia conter o sorriso. Quando chegamos ao baile, todos pararam para nos olhar. Eu tremia e ele apenas me dizia para ficar calma e aproveitar a noite. E foi o que fiz.

 Só quando o baile estava para acabar é que me lembrei do pedido que fiz a uma estrela cadente na noite passada. Temi que tudo o que me aconteceu fosse apenas efeito de um “feitiço” e que se eu não houvesse pedido para a estrela, nada daquilo teria acontecido. Isso era bom ou ruim? Afinal de contas quando eu acordasse no dia seguinte não existiria nada além de minhas lembranças. Voltei para casa e depois de muitas horas é que consegui dormir.

 Quando acordei, vi em cima da escrivaninha um cartão com a frase “Obrigada pela noite de ontem. Espero que ela se transforme em dias, semanas, meses e anos ao seu lado!”. Não sabia o que pensar. Até hoje não sei se o pedido a estrela ainda estava valendo, só o que sei é que coisas incríveis acontecem no céu e na Terra e por isso estamos juntos até hoje, quando completamos 30 anos de casados.

Anúncios